Wallace G. Smith

Porque ele resuscitou, eu não guardo a "Easter"



Eu creio no ressuscitado Jesus Cristo, Filho de Deus, Salvador da humanidade. Acredito que depois de Sua crucificação na Páscoa, Ele esteve três dias e três noites no coração da terra - como Ele disse que seria. Eu creio que Ele foi então ressuscitado por Seu Pai, restaurado para a glória que Ele teve com Seu Pai antes do mundo.

Anjos e Demônios São Reais?

Cientistas dizem que o único mundo que existe é aquele que podemos ver fisicamente, o mundo perceptível aos nossos sentidos físicos ou instrumentos científicos. Outros dizem que há um outro mundo, o reino espiritual, habitado por anjos e demônios. Esses seres são reais? Como eles são? Se foi Deus quem os criou, Ele também criou os demônios? Devemos pedir ajuda e orientação para esses seres?

A seguir, "O Mundo de Amanhã." O MUNDO DE AMANHÃ

 

Cientistas dizem que o único mundo que existe é aquele que podemos ver fisicamente, o mundo perceptível aos nossos sentidos físicos ou instrumentos científicos. Outros dizem que há um outro mundo, o reino espiritual, habitado por anjos e demônios.

Esses seres são reais? Como eles são? Se foi Deus quem os criou, Ele também criou os demônios? Devemos pedir ajuda e orientação para esses seres?

Falaremos sobre isso hoje em "O mundo de Amanhã." Também ofereceremos um DVD incrível, "The Occult and the Spirit World," de graça. Anjos e demônio são reais? Vocês precisam da verdade. Continuem ligados.

HOJE AMANHÃ O MUNDO DE AMANHÃ

Olá e bem-vindos ao "Mundo de Amanhã." Fico feliz de estarem aqui.

O assunto de hoje, a existência de anjos e demônios, é um tema vital para seu entendimento. Mas a verdade sobre o reino espiritual e as atividades dentro dele é um tema muito amplo e não cabe só no programa de hoje. Por isso ofereceremos a vocês um DVD grátis, "The Occult and the Spirit World," que fala desse tópico mais profundamente do que falaremos no programa de hoje. Anotem as informações de contato para conseguir sua cópia quando aparecerem na tela durante o programa.

Anjos e demônios são reais? Eles existem? Se sim, como eles são? Se Deus fez os anjos, Ele também fez os demônios? Se sim, por quê?

Essas perguntas atraem muitos e existem respostas. De um lado, há aqueles que dizem que nada existe além do mundo físico dos sentidos, o que você vê, ouve, toca e saboreia. Para eles, anjos e demônios são fantasias inofensivas, como unicórnios e fadas.

Por outro lado, há aqueles obcecados pelo reino espiritual, à procura de supostos guias espirituais e que querem se comunicar com seus supostos anjos da guarda. Muitas vezes, decoraram suas casas com imagens que retratam anjos ou outras entidades espirituais.

Entre esses dois lados, há a verdade, que é a Bíblia. Deus não nos deixa na dúvida sobre essas coisas e nos dá o reino espiritual para nossa compreensão. Aqueles consumidos pela filosofia científica, que creem que a única realidade que existe é aquela que se pode tocar e manejar fisicamente, ignoram o que o Criador nos diz sobre o mundo.

Mas aqueles obcecados com o reino espiritual e com os seres que o habitam também quebram os comandos de Deus sobre o reino. Hoje exploraremos a existência de anjos e demônios no mundo e faremos isso usando a Bíblia, a palavra de Deus. E desafio vocês, que assistem hoje, a estarem de mente aberta às palavras de Deus sobre o tema. Talvez vocês se surpreendam. Não acreditem só em nossas palavras, olhem o que fala a Bíblia de vocês. Pois Deus afirma que o reino espiritual realmente existe, e sua existência nos afeta diariamente, mas não da forma como muitos acham.

Anjos e demônios existem? Como eles são? De onde vêm?

Se formos responder perguntas sobre um reino que, usualmente, não vemos, escutamos ou tocamos, precisamos da Palavra de Deus.

Estamos no mesmo lugar que o servo de Eliseu em 2 Reis, capítulo 6. O antigo profeta Eliseu estava cercado por um exército do rei da Síria, que veio prendê-lo, e seu servo ficou aterrorizado. Mas Eliseu estava contido, calmo, tranquilo e controlado.

Ele procurou acalmar o servo, começando no versículo 16, ele diz, "'Não temas; porque mais são os que estão conosco do que os que estão com eles.' E orou Eliseu e disse: 'Senhor, peço-te que lhe abra os olhos, para que veja.' E o Senhor abriu os olhos do moço, e viu; e eis que o monte estava cheio de cavalos e carros de fogo, em redor de Eliseu."

Sim, o reino espiritual existe.

Na sua Palavra, Deus afirma que criou os anjos como seres espirituais para servir como seus ministros, mensageiros e servos, servindo àqueles que Ele chama para herdar a salvação na sua família. Quando foram criados? A Palavra de Deus diz que foram criados antes mesmo Dele ter criado a Terra. Vemos um reflexo disso quando Deus questiona o patriarca Jó.

Vemos isso em Jó, capítulo 38, início do versículo 4. Ele pergunta a Jó, "Onde estavas tu quando eu fundava a Terra? Faça-me saber, se tens inteligência. Quem lhe pôs as medidas, se tu o sabes? Ou quem estendeu sobre ela o cordel? Sobre que estão fundadas as suas bases, ou quem assentou a pedra de esquina, quando as estrelas da alva juntas cantavam alegremente, e os filhos de Deus rejubilavam?"

Vemos que a estrela da alva, ou os filhos de Deus, os anjos do céu, já existiam e rejubilavam ao verem a fundação desse mundo físico ser construída.

Lendo mais a fundo a Palavra de Deus, veremos como os anjos já interagiram com os humanos. Também veremos a origem dos anjos perversos, os demônios, e compreenderemos os perigos do reino espiritual e como Deus nos ensina a proceder diante da existência desse reino.

Mas antes de continuarmos a explorar essas coisas, quero falar da oferta grátis de hoje. Esse DVD, "The Occult and the Spirit World," irá falar dos conhecimentos e instruções de Deus sobre o reino espiritual como você nunca ouviu antes. Nele, há três episódios do "Mundo de Amanhã" para lhes ajudar a entender os perigos e influências do reino invisível e como superar essas influências. Entre os tópicos estão: os riscos modernos do oculto, o mundo secreto dos anjos e demônios e como vencer Satanás, o diabo. O DVD, "The Occult and the Spirit World," está de graça, sem compromissos. Liguem, escrevam, nos visitem online e peçam sua cópia grátis. Não compartilhamos suas informações e nunca faremos isso.

Peça sua cópia agora e voltamos já para falarmos sobre algumas aparições fascinantes de anjos descritas na Bíblia. Eles não são como vocês pensam. Vocês não podem perder.

Com esta oferta, vocês receberão uma inscrição grátis da revista "Mundo de Amanhã", cheia de artigos pertinentes e conhecimentos únicos sobre tópicos importantes de hoje. E visitem tomorrowsworld.org/digital para receber sua inscrição digital no seu e-mail, mais rápido que o correio. Nos visite no site agora.

Bem-vindos de volta.

Vimos no segmento anterior que Deus criou os anjos como servos àqueles que Ele chama à salvação, e a Bíblia os mostra servindo de formas diferentes, por exemplo, quando confortaram Cristo depois de seus 40 dias de jejum, e quando tiraram os servos de Deus da prisão. Também os vemos comunicar a ira de Deus, quando visitavam ruínas das antigas cidades perversas de Sodoma e Gomorra. Também é dito que seus serviços são, muitas vezes, ignorados, como o Apóstolo Paulo diz em Hebreu, capítulo 13, versículo 2. Os anjos justos não chamam atenção para esse trabalho, eles continuam escondidos, ou trabalhando discretamente, na execução da vontade de Deus. Isso é importante para pensarmos mais tarde.

Além desses serviços, a Bíblia fala das aparições de alguns desses seres.

Muitos de vocês já conhecem os retratos de anjos em estátuas e pinturas. Esses retratos estão corretos?

Deus nos explica a aparição desses seres na sua Palavra.

As descrições variam dependendo do exemplo, mas são todas fascinantes e não costumam ser o que as pessoas esperam.

Vejam Ezequiel, capítulo 1. O profeta tem uma visão de um redemoinho e do trono de Deus sendo escoltado por quatro incríveis seres angelicais. Em outra parte do livro, os seres são chamados de querubins, ou seja, o plural de querubim. Ao pensarmos na palavra querubim, imagens de bebês gordinhos com asas vêm à mente, como demonstrado em vários quadros, estátuas e enfeites de Natal. Isso condiz com a descrição de Ezequiel? Vamos ver. "E esta era sua aparência: tinham a semelhança de um homem. E cada um tinha quatro rostos, como também quatro asas. E seus pés eram pés direitos; e as plantas dos seus pés, como a planta do pé de uma bezerra, e luziam como a cor de cobre polido. E tinham mãos de homem debaixo das suas asas, aos quatro lados; e assim todos quatro tinham seus rostos e suas asas. E a semelhança do seu rosto era como o rosto do homem; e, à mão direita, todos os quatro tinham rosto de leão, e, à mão esquerda, todos os quatro tinham rosto de boi, e também rosto de águia, todos os quatro. Suas asas eram separadas em cima; cada qual tinha duas asas juntas uma à outra, e duas cobriam os corpos deles. O seu parecer era como brasas de fogo ardentes, como uma aparência de tochas; o fogo corria por entre os animais, e o fogo resplendia, e do fogo saiam relâmpagos."

Claramente, esses querubins são bem mais do que crianças com asas.

Além do querubim, a Bíblia fala de outra variedade angelical, o serafim, como igualmente exótica. O profeta Isaías fala desses seres com não apenas duas ou quatro, mas seis asas, com um par cobrindo o rosto, outro par cobrindo os pés e o outro é usado para movimento.

Vemos outra descrição de mais um tipo de mensageiro angelical no livro de Daniel. O profeta judeu Daniel, como servo do rei da Pérsia, procurava Deus através de jejuns e rezas há semanas quando um ser angelical o visitou e o deu uma visão. Podemos ler essa história em Daniel 10, começo do versículo 5.

"E levantei os meus olhos, e olhei, e vi um homem vestido de linho, e os seus lombos, cingidos com ouro fino de Ufaz. E o seu corpo era como turquesa, e o seu rosto parecia um relâmpago, e os seus olhos, como tochas de fogo, e os seus braços e os seus pés, como cor de bronze açacalado; e a voz das suas palavras, como a voz de uma multidão."

Na mensagem do anjo para Daniel, nós vemos um discernimento incrível sobre o reino angelical. Daniel escreve: "Então, me disse: 'Não temas, Daniel, porque, desde o primeiro dia em que aplicaste o teu coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, são ouvidas as tuas palavras; e eu vim por causa das tuas palavras. Mas o príncipe do reino da Pérsia se pôs defronte de mim, 21 dias; e eis que Miguel, o primeiro príncipe, veio ajudar-me, e eu fiquei ali com os reis da Pérsia. Agora eu vim para fazer-te entender o que há de acontecer ao teu povo nos derradeiros dias; porque a visão é ainda para muitos dias.'"

Vemos aqui uma pequena imagem do mundo atrás do nosso mundo. Na sua jornada para dar a Daniel a mensagem de Deus, o anjo foi impedido por outro ser angelical chamado aqui de o rei da Pérsia, até que ele foi auxiliado pelo Arcanjo Miguel. Aqui é mostrado que o reino angelical não é unificado, que há uma divisão poderosa em que os representantes de Deus são resistentes nos seus esforços pelos outros. Para ter certeza, a vontade de Deus é sempre cumprida quando Ele o quer, mas, nem toda criação angelical de Deus está trabalhando para seus desejos. Alguns são contrários à sua vontade. Como o reino angelical ficou tão dividido?

Deus, intencionalmente, criou tanto anjos justos quanto perversos? Como o reino angelical chegou a esse estado? Falaremos dessa história fascinante no próximo bloco.

Primeiro, quero lhes dar mais uma chance de pedir nosso DVD grátis, "The Occult and the Spirit World." O reino espiritual é real. Anjos e demônios existem. Nos filmes e séries de TV, o mundo desses seres é retratado de maneira leve, e milhares de pessoas mexem nas práticas e jogos ocultos como se não houvesse risco, mas o perigo é muito real. Esse DVD grátis ensina nitidamente sobre o reino espiritual e lhes dá ferramentas divinas de resistência a poderes e influências do Diabo na sua vida. Ele está de graça, sem nenhum compromisso. Falem conosco durante o intervalo e peçam o DVD sobre o oculto. E depois voltem para discutirmos o que Deus fala sobre a origem dos anjos perversos e demônios. A oferta de hoje é de graça. Sem custos e compromissos. Nos visitem em tomorrowsworld.org, no Facebook, no YouTube e nos siga no Twitter.

Bem-vindos de volta.

Vimos que a Bíblia diz que o reino angelical é dividido. Alguns anjos cumprem as vontades de Deus obedecem a seus comandos e servem a humanidade. Outros são maus, negam seus planos e se opõem a humanidade. Satanás, o diabo, é o soberano do reino desses anjos perversos.

Como o diabo chegou a existir? Deus o criou para ele ser mau?

Não, ele não criou. A Bíblia nos conta a história de como um anjo poderoso se tornou Satanás, o diabo, se tivermos olhos para ver.

Vamos em Isaías no capítulo 14, onde o profeta é usado por Deus para falar de um ser angelical chamado Lúcifer que se corrompe pelo orgulho e inveja. "Como caíste do céu, ó estrela da manhã, filha da alva! Como foste lançado por terra, tu que debilitavas as nações! E tu dizias no teu coração: 'Eu subirei ao Céu e, acima das estrelas de Deus, exaltarei o meu trono, e, no monte da congregação, me assentarei, da banda dos lados do Norte. Subirei acima das mais altas nuvens e serei semelhante ao Altíssimo.'"

O anjo Lúcifer decidiu se rebelar contra seu Criador e tomar o trono de Deus para si. A rebelião angelical é mencionada também em Ezequiel, capítulo 28. Depois de anunciar uma profecia contra o príncipe humano do reino de Tiro, o profeta foi usado por Deus para falar diretamente sobre o ser por trás do soberano humano, chamado na profecia de rei de Tiro. Deus diz a esse anjo caído no versículo 12.

"Assim diz o Senhor Jeová: 'Tu és o aferido da medida, cheio de sabedoria e perfeito em formosura. Estavas em Éden, jardim de Deus; toda pedra preciosa era a tua cobertura: a sardônia, o topázio, o diamante, a safira, o carbúnculo, a esmeralda e o ouro; a obra dos teus tambores e dos teus pífaros estava em ti; no dia que foste criado, foram preparados. Tu eras querubim ungido a proteger, e te estabeleci; no monte santo de Deus estavas; no meio das pedras afogueadas andavas. Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que se achou inquietude em ti.'" Deus diz que lançou esse ser angelical, corrompido pelo orgulho e ambições egoístas, para fora do monte de Deus como algo profano.

Aqui vemos Lúcifer, um ser poderoso, ser descrito em detalhes, um ser de incrível sabedoria, talento, inteligência e beleza que, cheio de orgulho e consumido pela politicagem entre os anjos, fica com uma mentalidade de violência e um espirito de rebelião até que decide tomar o trono de Deus. Assim, ele não era mais Lúcifer, cuja tradução é "filha da alva," e se tornou Satanás, o diabo, o adversário, como o vemos hoje. Como disse Paulo em Tito, capítulo 3 e versículo 6, se enchendo de orgulho pela condenação do diabo.

O livro do Apocalipse pode indicar que ele juntou um terço dos anjos para sua rebelião contra o céu, mas eles foram lançados de volta à terra, restritos, até que os eventos profetizados chegaram a nossa frente. A Bíblia se refere aos anjos rebeldes como anjos dele, ou os anjos do diabo, chamando-os de demônios.

Jesus Cristo chama várias vezes Satanás de o soberano do mundo, e ele manterá essa posição, dada originalmente por Deus na Terra, até que Jesus tome este lugar como Rei dos reis, o Senhor dos senhores. Como o diabo diz a Jesus Cristo, durante a tentação do Senhor na selvageria, os reinos do mundo foram dados ao diabo durante sua era e ele os dará a quem bem entender. Na Terra, Satanás e seus demônios continuam em suas posições de autoridade espiritual nos reinos do mundo, ao influenciar o mundo, provocar a humanidade, negar planos de Deus, mesmo que seja um esforço em vão.

Como a rebelião no mundo espiritual nos afeta no mundo físico? Uma coisa é certa, há pessoas que cometem um erro perigoso quando se trata do reino espiritual, um erro que devemos evitar. Vamos falar disso no próximo bloco.

Antes, quero parar mais uma vez para lhes oferecer o DVD grátis, "The Occult and the Spirit World."

Esse DVD falará dos ensinamentos e instruções de Deus sobre o mundo espiritual de uma forma que vocês nunca ouviram antes. Nele, há três episódios poderosos de "Tomorrow's World" para lhes ajudar a entender o reino invisível, seus riscos e influências e como negá-las. Incluindo assuntos sobre os riscos modernos do oculto, o mundo secreto dos anjos e demônios e como vencer Satanás, o diabo. Esse DVD, "The Occult and the Spirit World," está de graça, sem compromissos. Liguem, escrevam, ou visitem tomorrowsworld.org e peçam sua cópia grátis. Não compartilhamos suas informações e nunca o faremos. Peça sua cópia grátis agora e voltamos já para falar dos erros perigosos cometidos por muitos sobre o mundo espiritual e como podemos evita-los. Vocês não podem perder.

Com esta oferta, vocês receberão uma inscrição grátis da revista "Mundo de Amanhã", cheia de artigos pertinentes e conhecimentos únicos sobre tópicos importantes de hoje. E visitem tomorrowsworld.org/digital para receber sua inscrição digital no seu e-mail, mais rápido que o correio. Nos visite no site agora. Bem-vindos de volta.

A existência de anjos e demônios tem um impacto nas nossas vidas. Muitos se rodeiam de estátuas e objetos que retratam anjos e até os pedem por ajuda e orientação.

Mas apenas demônios procuram essa bajulação e atenção, e não anjos justos. Considerem que o demônio muito quis convencer Jesus a se ajoelhar e o venerar. Mesmo que duas vezes no livro do Apocalipse, quando o Apóstolo João está tomado pela visão e cai diante os pés do anjo, o anjo justo responde que ele não deveria fazer isso.

No capítulo 19, versículo 10, por exemplo, ele diz a João: "Olha, não faças tal; sou teu conservo e de teus irmãos que têm o testemunho de Jesus. adora a Deus."

Os anjos de Deus não procuram veneração e atenção. Só o mundo demoníaco de anjos caídos que deseja nossa atenção e foco. Deus condena usando o oculto, o espiritismo e práticas da Nova Era para tentar experienciar o reino espiritual. Caso queiram se comunicar com anjos, apenas demônios e anjos do diabo estarão esperando essa comunicação.

A moda popular da cultura cristã de glorificar imagens de anjos em estátuas e pinturas, decorar casas com esses objetos e nos enfeitarmos com joias que carregam imagens de anjos não é o desejo de Deus. Além de estar longe da fala dos vários textos que lemos, isso quebra o segundo dos Dez Mandamentos de Deus, que diz que não se deve criar imagens de seres divinos em veneração. O Novo Testamento também claramente e firmemente condena a veneração de anjos. Os únicos anjos que procuram isso são apenas Satanás e seus demônios.

Só Deus, o Pai e Jesus Cristo merecem essa atenção, devoção e afeto.

Na realidade, como afirmamos muitas vezes em "Tomorrow's World," o plano de Deus é que a humanidade comande o mundo dos anjos e também toda sua criação. Não é à toa que demônios odeiam a humanidade. Deus quer que a humanidade, glorificada no reino de Deus, como seus filhos, se tornem seus juízes, comandando o universo inteiro e sendo herdeiros de todas as coisas. Tudo que Satanás quis para si, através da violência, enganação e rebelião contra seu criador, a humanidade tem a chance de herdar livremente através do amor, submissão, fé e obediência ao mesmo criador afetuoso.

Esse assunto é muito mais complexo e não cabe em um só programa. Não esqueçam de pedir o DVD grátis que fala, não só do tema de hoje, mas também dos riscos do oculto e como vencer Satanás e suas influências demoníacas.

Espero que retornem na próxima semana. Gerald Weston, Richard Ames e eu, junto com o apresentar convidado, Rod McNair, esperamos vocês para falarmos dos ensinamentos de Jesus Cristo, as boas notícias da chegada de seu reino e as incríveis profecias do fim dos tempos e seus significados. Até a próxima semana. Para aproveitarem a oferta de hoje, ou assistirem ao programa de hoje visitem tomorrowsworld.org, o nosso Facebook, YouTube e nos sigam no Twitter.

Este programa foi produzido pela Igreja Viva de Deus. 


Casa, doce (cósmica) casa!



Todos os relatos e imagens que recebemos dos landers lunares, dos rovers de Marte, dos orbitadores jovianos, das sondas espaciais e de todos os outros exploradores robóticos do nosso cantinho do universo transmitiram a mesma mensagem: é uma desordem por aí. Todos os planetas e luas que exploramos até agora com nossas espaçonaves e rovers parecem bastante inóspitos. Todo planeta menos um, isto é: esTe mundo maravilhoso que chamamos de Terra.

O que é a Grande Tribulação?

Jesus Cristo retornará. A Bíblia é absolutamente clara sobre este fato glorioso, mas há muitos eventos profetizados para ocorrer antes desse retorno. E um dos eventos sobre os quais mais se especulou é um período chamado de a Grande Tribulação. Cristo nos diz que este tempo que está por vir será aterrorizante como nenhum outro, devastador para o mundo e para os EUA e a Grã-Bretanha em particular. Se você quer entender esta profecia e saber como a Bíblia diz para nos prepararmos, este episódio de "O Mundo de Amanhã" é para você. porque explicamos o que é a Grande Tribulação.

Jesus Cristo retornará. A Bíblia é absolutamente clara sobre este fato glorioso, mas há muitos eventos profetizados para ocorrer antes desse retorno. E um dos eventos sobre os quais mais se especulou é um período chamado de a Grande Tribulação. Cristo nos diz que este tempo que está por vir será aterrorizante como nenhum outro, devastador para o mundo e para os EUA e a Grã-Bretanha em particular. Se você quer entender esta profecia e saber como a Bíblia diz para nos prepararmos, este episódio de "O Mundo de Amanhã" é para você. porque explicamos o que é a Grande Tribulação. HOJE AMANHÃ O MUNDO DE AMANHÃ Olá e bem-vindos a "O Mundo de Amanhã". Estamos felizes por estarem conosco. Se você é como muitos dos nossos espectadores, as notícias que vê na TV ou na Internet fazem você se perguntar: "O que há com o mundo?" Na política e em nossas vidas, a decência e a civilidade já são algo raro de encontrar. Normas e padrões morais de civilização muito antigos estão sendo invertidos. Os EUA são cada vez mais vistos como uma nação que perdeu sua habilidade para liderar o mundo. Até uma possível guerra nuclear, que parecia extinta com o final da Guerra fria, tornou-se novamente uma ameaça assustadora. O mundo está ficando louco? Bom, resumindo, sim. A humanidade já teve 6000 anos de autogoverno, durante os quais Deus deu à teimosa humanidade a chance de aprender que sem Ele não é capaz. E os eventos turbulentos que vemos à nossa volta são uma tempestade de proporções bíblicas. Essa tempestade acabará significando a destruição dos EUA, da Grã-Bretanha e de muitas outras nações, mas também o martírio generalizado dos cristãos e guerras terríveis envolvendo o planeta todo. O mundo está entrando de cabeça no tempo que a Bíblia chama de "a Grande Tribulação". No programa de hoje veremos o que já ocorreu e o significado dos eventos para você e sua família nos próximos tempos. Você também pode solicitar nosso DVD "Escape the Great Tribulation". Depois explico melhor, mas para uma cópia gratuita anotem o telefone ou outro canal de contato que aparecer na sua tela durante o programa. O que é a Grande Tribulação? Muitos pregadores e escritores falam sobre ela, mas poucos sabem o que realmente é. Para entender o que é, temos que estudar um livro que muitos cristãos evitam e quase todos interpretam mal, o livro do Apocalipse. Este livro foi nos dado por Cristo, em suas palavras, para mostrar aos servos fatos que ocorrerão em breve. É dali que temos que partir para saber nosso futuro. E, apesar de o livro do Apocalipse parecer misterioso e intimidante para alguns, veremos que Jesus nos dá exatamente o que precisamos para entendê-lo. Vamos começar por uma cena misteriosa mostrada a João no céu, descrita em Apocalipse 6. Esta cena é essencial para entendermos o futuro que se aproxima rapidamente de nós e a Grande Tribulação. Logo antes deste capítulo, João ouve que Deus, em seu trono, segura um pergaminho com sete selos e pergunta: "Quem é digno de abri-lo e soltar os selos?" Em toda a criação, só Jesus é considerado digno e, como Cristo, abre o pergaminho selo por selo. Um após outro, em sequência, elementos de nosso futuro são revelados. Os primeiros quatro são os infames quatro cavaleiros. O primeiro selo revela um deles com coroa e arco em um cavalo branco, cavalgando para conquistar. O próximo tem um cavalo vermelho, espada grande e tem o poder de tirar a paz da terra. O terceiro cavaleiro vem em um cavalo preto e carrega uma balança. Por último, o quarto selo revela o quarto cavalo, de aspecto pálido e doente montado pela morte. Falando deste grupo de cavaleiros, Apocalipse 6, versículo 8, diz: "Foi-lhes dado poder para matar a quarta parte da terra com espada, e com fome, e com peste, e com as feras da terra." Um quarto da humanidade morrerá nas mãos das forças representadas por estes quatro cavaleiros. E o que são estes cavaleiros? O que eles simbolizam? Não temos que adivinhar porque a Bíblia nos diz. Nosso exemplo vem de Apocalipse 19:10, que diz: "O testemunho de Jesus é o espírito de profecia." Em sua profecia incrivelmente detalhada feita no Monte das Oliveiras e registrada em Mateus 24, Jesus descreve os terrores do fim dos tempos. Ele diz que o primeiro serão os falsos profetas e a decepção com a religião. O cavaleiro do cavalo branco representa quem diz que vem em nome de Deus, mas na verdade se propôs a enganar o mundo todo com um falso cristianismo. Jesus diz: "Haverá guerras e rumores de guerras. Se levantará nação contra nação e reino contra reino." O cavaleiro vermelho simboliza o terror das guerras e a destruição global por exércitos poderosos. Isto esteve conosco desde tempos imemoriais, mas no final dos tempos a palavra de Deus indica que estas forças da decepção e da guerra chegarão a um clímax de destruição e poder que o mundo jamais viu. A profecia de Cristo em Mateus 24 também explica os próximos dois cavaleiros e nos ensina que o do cavalo preto representa a fome e a escassez no mundo todo, uma falta de víveres aguda e sem precedentes, e que o do cavalo pálido representa doenças e pestes que varrerão a Terra após a guerra e a fome. Estas forças exterminarão um quarto da humanidade. Hoje isso seriam cerca de dois bilhões de pessoas. Os cavaleiros representam a Grande Tribulação ou há algo pior que virá depois deles? Falaremos sobre isso no próximo segmento, mas primeiro lhes darei uma chance de ligar e pedir o DVD gratuito "Escape the Great Tribulation". O DVD contém três programas nossos completos que explicam profecias que logo afetarão sua vida. Estes programas explicam estes mistérios de forma clara e da forma simples baseada na Bíblia que você já espera de "O Mundo de Amanhã". O DVD com mais de 70 minutos é totalmente grátis. Pegue seu telefone e ligue ou escreva hoje para pedir o DVD "Escape the Great Tribulation". Com esta oferta, também receberá sua assinatura gratuita da revista "O Mundo de Amanhã", cheia de artigos oportunos e insights únicos sobre temas importantes da atualidade. E não deixe de visitar tomorrowsworld.org/digital. Com a assinatura digital, a receberá por e-mail e mais rápido que pelo correio. Visite-nos online agora. Bem-vindos de volta. No primeiro bloco falamos sobre os famosos quatro cavaleiros do livro do Apocalipse, revelados pelos primeiros quatro dos sete selos do pergaminho que João viu em sua visão. As forças que eles simbolizam, a decepção religiosa, a guerra e a fome matarão um quarto da humanidade no futuro. Certamente será um tempo de tribulação. Mas já descrevemos toda a Grande Tribulação? Não. Quando fala de toda essa morte, tristeza e devastação, Jesus nos diz em Mateus 24:8: "Mas todas essas coisas são o princípio das dores." De fato, são só o começo porque após os 4 selos Apocalipse 6 diz que Jesus abre um quinto selo. O que virá após após os quatro cavaleiros? Vamos continuar lendo o versículo 9. "E havendo aberto o quinto selo, vi sob o altar as almas dos que foram mortos por amor da palavra de Deus e por amor do testemunho que deram. E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó Deus, não julgas e vingas nosso sangue dos que habitam sobre a terra?" Para aqueles não estão familiarizados com a Bíblia, isto pode parecer confuso. Deus está dizendo que nossas almas imortais ficam sob um altar no céu até o retorno de Jesus? Não parece a melhor vida pós-morte, não é? O problema para nós é que a cultura sacrificial do antigo Israel é estranha para a maioria de nós hoje. A figura simbólica aqui corresponde ao que lemos, por exemplo, em Levítico, capítulo 4, versículo 7, onde o sangue de um sacrifício foi posto no fundo do altar. E no Gênesis, quando Caim assassina seu justo irmão Abel, quando o sangue do justo é derramado, ele clama a Deus por sua atenção e ação. Nesta passagem, o Apocalipse mostra o sangue dos justos seguidores de Jesus Cristo e servos de Deus derramado em sacrifício, clamando a Deus por justiça e vingança. O texto segue: "A cada um foi dada uma veste branca e foi-lhes dito que repousassem um pouco mais até que também se completasse o número de seus conservos e irmãos que haviam de ser mortos." Este martírio sacrificial é outro elemento da Grande Tribulação. Mas não acredite só no que estou dizendo. Assim como no caso dos primeiros quatro selos e quatro cavaleiros do Apocalipse, Jesus explica este selo na mesma profecia registrada em Mateus 24. Após descrever o percurso dos quatro cavaleiros, a decepção religiosa, a guerra, a fome e as pestes, ele continua onde parou no versículo 9. "Sereis entregues ao tormento e à morte e sereis odiados por todos por causa do meu nome." Todas as nações ficarão contra os cristãos verdadeiros apoiadas pelos seguidores de uma falsificação cristã. Este martírio de tantos guardiães do cristianismo e dos mandamentos é mencionado também em Apocalipse 12 e Daniel 7. Mas este tempo de perseguição horrível não é apenas contra os cristãos. Volte à profecia de Jesus em Mateus 24. "Porque haverá, então, grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco haverá jamais. E se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria; mas, pelos escolhidos, serão abreviados esses dias." Perceba as descrições. Jesus diz que a Grande Tribulação é tão grande que sem a intervenção de Deus, toda vida morreria. E veja a descrição do caráter único desse tempo. Ele diz que nunca houve um tempo como esse nem haverá outro jamais. Pense nisso enquanto vamos a Jeremias 30:4 para ver uma profecia relacionada. "E estas são as palavras que disse o Senhor acerca de Israel e de Judá." Percebam: Israel e Judá. Como os espectadores do nosso programa já sabem, o antigo reino de Israel dividiu-se em dois reinos após o reinado de Salomão. As tribos do sul de Israel formaram a nação de Judá, que corresponde ao povo judeu da atualidade. É daí que vem a palavra "judeu", de Judá. O moderno estado de Israel descende, de fato, da nação bíblica de Judá. Mas as 10 tribos do norte formaram a nação de Israel e ao longo do tempo estas tribos deram origem ao povo dos EUA, os descendentes de britânicos e de algumas nações do noroeste europeu. Não é uma coincidência que até há pouco tempo a Grã-Bretanha, os EUA e Israel tinham fortes laços. Como já mostramos várias vezes no programa, os nomes "Israel" e "Jacó" nas profecias se referem a estas nações modernas Assim, podemos entender o texto de Jeremias 30 e aprender algo crucial sobre a Grande Tribulação e quem sofrerá mais durante esse período. Mas antes disso, lhes darei mais uma oportunidade para pedir o DVD gratuito "Escape the Great Tribulation". É totalmente gratuito para todos que o pedirem. Reserve um minuto para solicitar sua cópia que daqui a 15 segundos estarei de volta para explicar que nações enfrentarão o peso da Grande tribulação. A oferta de hoje é sua totalmente grátis. Sem custo, sem compromisso. Visite-nos online em tomorrowsworld.org, encontre-nos no Facebook e no YouTube e siga-nos no Twitter. Bem-vindos de volta. No bloco anterior, dissemos que Jesus advertiu sobre um tempo futuro: a Grande Tribulação, que seria tão terrível que não se compararia a nenhum período vivido pela humanidade, a nenhum período do passado nem tampouco do futuro. Também dissemos que quando a Bíblia fala de Israel ou de Jacó nas profecias, refere-se especialmente aos Estados Unidos e às nações descendentes de britânicos no mundo. Com isto em mente, vamos continuar onde paramos em Jeremias 30. "O Senhor diz: ouvimos uma voz de tremor, de temor, mas não de paz. Perguntai e vede se um homem tem dores de parto. Por que vejo cada homem com as mãos sobre o lombo como mulher a dar à luz e os rostos todos macilentos? Ah! Porque o dia é grande e não houve outro igual! E é temo de angústia para Jacó, mas será salvo." É um tempo de aflição para os EUA, Canadá, Grã-Bretanha, Austrália, Nova Zelândia e todos os descendentes britânicos da África do Sul. Notem o elemento crucial que reúne tudo isto. Deus diz: "O dia é grande e não houve outro igual." Prestem atenção nisso. Em Mateus 24, Jesus Cristo disse que a Grande Tribulação seria um tempo pior que qualquer outro na história. Este texto de Jeremias sobre problemas para os EUA e a Grã-Bretanha também é descrita como pior que qualquer outra da história. Amigos, não pode haver dois períodos como este. Eles estão falando do mesmo período e é um tempo horrível de destruição das que foram as nações líderes de todo o mundo: os EUA, a Grã-Bretanha e seus descendentes. Um tempo tão destrutivo e catastrófico que ficará marcado como único por sua brutalidade e crueldade e considerando a história, isso é muito. Pensem nos muitos períodos de horror que a humanidade já infligiu a si mesma. A crueldade dos campos de extermínio e os sangrentos regimes de Pol Pot e do Khmer Vermelho no Camboja, as incontáveis execuções sob o comunismo de Stalin, o massacre massivo de judeus no regime de Hitler, quando milhões de seres feitos à imagem de Deus foram abatidos com uma eficiência fria e mecânica. Mas temos a Palavra do próprio Cristo que diz que o passado foi pouco em oposição ao que virá. Isso será nada diante dos horrores que o homem lançará sobre o homem na Grande Tribulação. Muita gente nos EUA e na Grã-Bretanha que acredita que coisas assim só acontecem em lugares distantes que veem nas notícias descobrirá que estava errada. Ela afetará suas nações também e a Palavra diz que isso é certo como o nascer do sol. Mas por quê? Por que deve acontecer tudo isso? A Bíblia também deixa isso muito claro. Por causa dos nossos pecados. Aborto livre, pornografia e perversão sexual. Televisão, computadores e cinemas que mostram as imagens e conceitos mais vis já transmitidas. Enquanto isso, a Bíblia é ridicularizada hoje em dia. Se nossas nações continuarem mandando Deus tirar seu nariz dos seus assuntos, ele as deixará descobrir o que acontece quando ele faz isso. Muitos de vocês que assistem este programa veem a calamidade que nos cerca. Sei disso porque nos escrevem. Vocês sabem que algo está acontecendo. O que está havendo? Deus nos diz em Amós, capítulo 3, versículo 6: "Se há mal na cidade, não foi o Senhor que o fez?" Deus Todo-Poderoso está por trás disso, amigos, e o dia do acerto de contas está chegando mais rápido do que muitos de nós teríamos imaginado. Mas o que você pode fazer? Existe algo que possa fazer pelo seu bem? Pelo bem da sua família? Sim, existe. No último bloco diremos exatamente o que é. Mas primeiro, lembre-se do DVD gratuito que pode pedir hoje: "Escape the Great Tribulation." Este DVD mostra toda a verdade sobre este tema e ajudará você a entender o que precisa fazer para enfrentar o futuro com a proteção de Deus. Peça já sua cópia grátis do DVD e depois volte aqui. Veremos que a Bíblia diz como poucas pessoas serão poupadas da Grande Tribulação, quem são e se você pode estar entre elas. Você precisa saber. Com esta oferta também terá sua assinatura gratuita da nossa revista repleta de artigos muito oportunos e ótimos insights sobre os temas centrais de hoje. E não esqueça de visitar tomorrowsworld.org/digital. Peça uma assinatura digital direta ao seu e-mail e mais rápida do que o correio. Visite-nos online agora. Bem-vindos de volta. Jesus Cristo nos diz em Mateus 24:32: "Aprendei, pois, esta parábola da figueira: quando já os seus ramos se tornam tenros e brotam folhas, sabeis que está próximo o verão. Igualmente, quando virdes todas essas coisas, sabei que ele está próximo, às portas." Meus amigos, estamos vendo os sinais. É por isso que aqui em "O Mundo de Amanhã" advertimos sobre isto. Não porque nos dá prazer, mas porque virão em breve e seremos responsáveis ante Deus se não falarmos. Tudo isto nos leva a uma questão vital, para concluir. Existe algo que se possa fazer quanto ao futuro? Há algo que possa fazer por você ou sua família? Ezequiel 7 nos conta que nesses dias futuros as pessoas jogarão seu ouro e prata nas ruas como lixo inútil pois não pode salvá-las. Acumular ouro e armas não resolverá o problema, mas o que resolverá? O próprio Cristo responde no relato paralelo em Mateus 24 e Lucas 21. Lá ele diz, no fim de sua profecia: "Vigiai e orai para que sejais havidos por dignos de evitar todas essas coisas que acontecerão e de estar em pé diante do Filho do Homem." Cristo diz que deveríamos estar vigilantes, orando e esforçando-nos para ser dignos, com arrependimento. Apocalipse 12 não só fala de uma parte dos cristãos que deve enfrentar uma terrível perseguição, mas também de um grupo de cristãos que estão protegidos em um lugar seguro durante a Grande Tribulação e a ira de Deus. Apocalipse 3 descreve os dois grupos de cristãos e explica que os que terão um julgamento de fogo são os mornos, os que comprometem a santidade com os costumes deste mundo e carecem de zelo real pelas coisas de Deus que os motivarão a mudar e a agir. Enquanto isso, serão protegidos da provação que cairá sobre o mundo todo são os que se apegam às verdades de Deus com obediência e correção de ações, seguindo os mandamentos em sua vida e apoiando seu trabalho divulgando o evangelho do reino de Deus a todos os cantos do planeta. E esse reino está chegando. Acreditem ou não, por pior que possa parecer, para quem consagra seu próprio ser a Deus, as coisas que vemos à nossa volta são, na verdade, sinais de esperança. Jesus Cristo nos anima em Lucas 21, versículo 28: "Quando estas coisas começarem a acontecer, levantai vossa cabeça pois vossa redenção se aproxima." O velho ditado realmente está certo. É sempre mais escuro antes do amanhecer. Após a dificuldade da Grande Tribulação e o dia de Deus que a segue, como se explica no DVD, o mundo enfim encontrará paz e prosperidade pois o próprio Jesus o governará por mil anos com a ajuda de seus santos. Você e eu temos a chance de vivenciar as bênçãos que advêm de viver a vida para Deus e não para o ego agora e após a vinda de Jesus na eternidade. Mas temos que nos dispor a fazer o que o mundo rejeita: arrepender-nos, mudar e obedecer ao Deus Criador. Há muitas outras coisas a saber sobre este tema. Espero mesmo que não esqueçam de pedir sua cópia de nosso DVD gratuito sobre a Tribulação e espero que voltem na semana que vem. Gerald Weston, Richard Ames e eu, com Rod McNair, estaremos prontos para ensinar o que nos deu Jesus, a boa nova do seu reino vindouro, as profecias sobre o fim dos tempos e seu significado. Até a semana que vem! Um abraço!